O deputado federal Waldenor Pereira protestou contra a Portaria 130, publicada pelo Ministério da Integração Nacional no último dia 7 de maio, durante pronunciamento na Câmara Federal, nesta terça-feira (22). A portaria emitida pelo Governo Temer retira o estado de emergência de 29 municípios baianos localizados no semiárido, prejudicando o abastecimento de água para milhares de famílias através de carros-pipas do Exército Nacional.

Segundo Waldenor, a medida tomada pelo Governo Federal é inexplicável. “É uma economia de tostões que infelizmente atinge frontalmente, de forma perversa e nociva, as populações carentes da região”, condenou.

“O governo golpista e ilegítimo de Michel Temer fere de morte aqueles municípios localizados no semiárido baiano que já sofrem com a longa estiagem, com a insuficiência do abastecimento de água”, completou o deputado federal.

A decisão tomada por Michel Temer afeta os municípios de Anagé, Aracatu, Belo Campo, Boa Nova, Bom Jesus da Serra, Caetanos Caraíbas, Carinhanha, Condeúba, Cordeiros, Coribe, Encruzilhada, Guajeru, Itaquara, Itiruçu, Iuiú, Jacaraci, Jaguaquara, Lafaiete Coutinho, Licínio de Almeida, Maetinga, Malhada, Mirante, Piripá, Planalto, Poções, Sebastião Laranjeiras, Tremedal e Urandi.

Imprimir